Cabelo é tecido morto não pode ser nutrido, hidratado ou reconstruído

Cabelo é tecido morto não pode ser nutrido, hidratado ou reconstruído

Polêmica!!!

Essa frase tem circulado as redes sociais, e causado pânico, revolta, desânimo em muitas pessoas. Mas afinal, o que tem de verdade nela? E o que podemos aprender com essa polêmica?

O cabelo não está “morto”

É um princípio da natureza que qualquer organismo vivo, ou material biológico criado pela natureza, é fabricado e estruturado de tal maneira que suas propriedades sejam otimizadas para desempenhar uma função específica. 

Nesse sentido, o cabelo não é diferente de qualquer outro biomaterial encontrado nos órgãos do nosso corpo. Ao contrário do que muitos acreditam, o cabelo não é um material morto e de pouca ou nenhuma importância – ele é um conjunto otimizado de proteínas, lipídios e polissacarídeos organizados em unidades ou células para uma função específica. 

Todas as células do nosso corpo passam por um ciclo de vida e são criadas para desempenhar uma função. No entanto, a este respeito, existe uma diferença considerável entre células capilares e outras células orgânicas. Já que as células de outras partes do corpo sofrem uma forma programada de morte celular, também conhecida como “apoptose”, quando cumprem sua função. Após esse evento, as células são descartadas e eliminadas do corpo. 

Por outro lado, quando as células capilares morrem por “apoptose” no folículo, sua função não está concluída; pelo contrário, apenas começou.

Outra crença comum é que, como as células capilares, por não terem irrigação sanguínea e nem sistema nervoso, são inanimadas ou sem vida, sua estrutura não possui atividade biológica. 

Esta afirmação é um tanto incorreta, porque estruturas proteicas das células capilares ainda possui atividade biológica . 

Quando sua estrutura proteica é danificada, como no caso de estruturas enzimáticas, sua função biológica fica comprometida.  E o mesmo acontece com os fios.

Quando danificados, os fios perdem sua função / atividade biológica.

Danos severos, como calor, tratamentos químicos, estresse mecânico ( como pentear os cabelos molhados) – causam desnaturação e quebra de ligações nas proteínas nativas do cabelo. Como consequência, muitas propriedades do cabelo são comprometidas, ou seja, o cabelo perde a capacidade de controlar a absorção de umidade. Sua mecânica/ resposta térmica / óptica é comprometida e só assim, perde seu objetivo estético e capacidade de proteger o couro cabeludo. 

Cabelos danificados tem recuperação?

De forma bem curta e grossa: Analgésicos melhoram a dor, mas não curam. As proteínas perdidas e células não irão se regenerar. Mas você pode tratá-lo e não terá os sintomas dos danos nos seus cabelos.

Por isso o Cronograma Capilar é tão importante, só com uma rotina de cuidados você consegue oferecer os diferentes remédios que seu cabelo precisa.

Cabelos danificados, por perderem células da cutícula, e também material proteico, ficam porosos – isso é, permitem a entrada excessiva de água e também a saída.

A água que penetra no fio tem que ser regulada, muita água causa danos, pouca água também. Então você tem que controlar a entrada e saída da mesma. Alguns óleos como o de Coco, penetram nos fios e cobrem os “buracos” evitando a entrada excessiva de água. Já outros como é o caso da manteiga de Karité formam uma leve película que evita a passagem excessiva de água.

Da mesma forma que óleos e manteigas não podem faltar na sua rotina de cuidados com os cabelos, proteínas hidrolisadas também não. Elas ocupam o espaço das proteínas perdidas recuperando temporariamente a massa do cabelo. Gelatina é um exemplo de produto rico em proteínas hidrolisadas.

Concluindo

Seu cabelo não está morto, e apesar de você não conseguir curá-lo dos danos. Você pode e deve tratá-lo. Como também estudar e evitar danos desnecessários.

Janaina

10 comentários sobre “Cabelo é tecido morto não pode ser nutrido, hidratado ou reconstruído

  1. eu achei um post muito interessante, tira várias dúvidas, principalmente das mulheres. Eu sempre tento cuidar ao máximo, ainda mais agora que pintei (surto da quarentena)

  2. oi tudo bem, adorei seu post fiquei a conhecer ainda mais sobre o meu cabelo e a saber mais do cronograma capilar o tão bom é usar o oleo de coco

    obrigado

  3. Nosso s cabelos precisam de muitos cuidados , sempre tive essas dúvidas , como tecido morto cresce , e porque precisa cuidados . Super amei esse post.

  4. Olá Janaina,

    Seu post foi bem importante para falar dessa questão de cabelos “mortos”, achei bem pertinente abordar isso. Como tudo na vida, nosso cabelo precisa de cuidados. Isso de que não podemos curá-lo, mas devemos tratá-lo é bem importante. Arrasou no post!

    Beijos!

  5. Um post tanto quanto esclarecedor… Eu assustei com o título, pensei sera q tenho tantos cuidados atoa hahaha. Mas ainda bem que você explicou! Então bora continuar cuidando do nosso hair!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: