O pH do Shampoo pode afetar o cabelo: Mito ou Verdade?

O pH do Shampoo pode afetar o cabelo: Mito ou Verdade?

Ouvimos muito falar sobre o pH dos cosméticos capilares não é verdade? E como essa informação não é padronizada no rótulo, muitas vezes não damos importância a ela. Então essa postagem é a sua oportunidade de entender se o shampoo danifica seus fios e se sim, como funciona.

Leia Também:

Shampoo: Como escolher o certo

pH: Saiba por que essa informação é tão importante para o seu cosmético

Por que o pH do Shampoo importa?

O pH da pele assim como a do couro cabeludo é por volta de 5,5. Conduto, shampoos não atuam somente no couro cabeludo, atuam também na haste capilar que tem o pH ideal por volta de 3,7.

Cabelos quimicamente tratados tem o pH ainda mais ácido.

Isso ocorre porque as células da cutícula são recobertas por um ácido graxo conhecido como 18-MEA e lipídeos livres (o sebo). Esse conjunto de lipídeos é o principal responsável pela hidrofobicidade – capacidade de repelir água – do cabelo.

Ilustração mostrando o 18-MEA na haste capilar

E quando falamos em porosidade capilar, falamos principalmente na destruição do 18-MEA. Que uma vez destruido, não é regenerado. Contudo, os lípideos livres são produzidos continuamente, e a principal atuação do shampoo é removendo esses lipídeos que eventualmente acumulam sujidades e deixam os cabelos opacos.

E entre os principais motivos da destruição do 18-MEA é o pH alcalino para os fios ou superior a 5,5.

Com essa camada destruída, o cabelo fica mais sujeito a entrada excessiva de água na haste capilar, que por sua vez penetra nas escamas que se abrem quebrando as ligações de hidrogênio da molécula de queratina. Essa quebra de ligações é temporária mas deixa a haste mais frágil, podendo causar rachaduras no eixo da fibra.

Para limpar o couro cabeludo sem causar irritações e nem danos permanentes a haste capilar o shampoo não deve ter pH superior 5,5

O meu shampoo tem o pH adequado?

Tabela de pH dos shampoos analisados recolhidos de farmácias brasileiras

Pesquisadores brasileiros foram até as farmácias e supermercados,e coletaram 123 amostras de shampoos, de marcas conhecidas internacionalmente, e descobriram que a maioria dos produtos disponíveis apresentam pH maior que 5,5. Cenário diferente, dos produtos para salões de beleza, no qual 75% dos produtos tem pH dentro do esperado. Os produtos infantis, que tem a função de não arder os olhos tem pH superior a 6,0, por esse motivo não devem ser usados para quem tem cabelo quimicamente tratados.

Como nem sempre temos a oportunidade de conhecer o pH do shampoo, atente-se para:

  • Algumas marcas já colocam o pH estampado no rótulo.
  • Shampoos sem Sulfato tendem a ter um pH mais próximo a 5,5.
  • Não lave os cabelos todos os dias com Shampoo.

O bicarbonato de sódio é uma alternativa natural?

A resposta é NÃO!

Ouvimos muito de trocar o shampoo por bicarbonato de sódio, como alternativa mais natural. Contudo isso é um mito.

O pH do Bicarbonato de sódio em água é por volta e 8,2 que é extremamente danoso aos fios.

Janaina

3 comentários sobre “O pH do Shampoo pode afetar o cabelo: Mito ou Verdade?

  1. Olá!!! Que interessante saber sobre isso. Eu não fazia ideia do ph do shampoo e na verdade eu sempre vou pela embalagem mais bonita.
    Vou começar a pesquisar melhor sobre o assunto é sempre comprar o mais adequado.
    xoxo

  2. Adorei saber disto tudo.
    Não conhecia e não sabia que tínhamos um cabelo ácido … então se tenho um cabelo descolorido ele é mais ácido que um cabelo tingido? Fiquei com esta dúvida hahaha
    Adorei seu post 🥰

  3. Confesso que sou meio desatenta em relação ao PH do shampoo, mas gostei muito e achei muito úteis essas informações.Não imaginava que poderia influenciar tanto no cuidado com os cabelos,bjus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: